REMÉDIO PARA A CRISE.

Se ainda não há remédio para o corona vírus, para a crise ocasionada, já existe sim.


Caixa de Texto: Se ainda não há remédio para o corona vírus, para a crise ocasionada, já existe sim.

Para oferecer um tratamento eficaz contra o corona vírus, temos equipes de alta qualificação trabalhando no mundo todo. Mas um tratamento para a crise oriunda do espalhamento do corona, isso já está estabelecido. Não precisa de alta tecnologia, embora a ela possa ajudar. Não precisa de muitos recursos, embora eles sejam úteis. O tratamento está calcado num princípio muito antigo, é receita de bisavó, de tataravô. É só utilizarmos a solidariedade. Isso mesmo e só isso mesmo!

Muitas pessoas, empresas, instituições, estão com dificuldades. Mas também cada um destes componentes sociais tem algo a oferecer.

Esta crise exige mudança de posição. Precisamos interromper o uso do “eu preciso” e passar para o “posso disponibilizar”. Se a doença exige um distanciamento social, exige também um aproximar as pessoas, mesmo que virtualmente, pelas mídias, pelo telefone, seja como for. A questão é o contato físico, não o contato de corações, de vontades.

A história demonstra que as comunidades que foram mais solidárias e com maior componente de organização, foram as que melhor saíram e mais cedo se recuperaram das crises. Sejam elas biológicas, como esta, ou ambientais, convulsões sociais ou conflitos armados. É uma lição que está à disposição, gratuitamente.

Sugestão para hoje: vamos tirar o choro da cara e praticar a solidariedade. A boa, velha e negligenciada solidariedade.

O que achou do conteúdo?
Envie uma mensagem pelo formulário abaixo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin