BIOÉTICA

MORTE DIGNA

Um indigente só passou a fazer parte das preocupações da vizinhança depois que morreu. Morto passou a merecer um cadinho de dignidade.

ALTRUÍSMO IMPURO.

Questionar nossos objetivos de vida é indispensável para atingirmos nossos sonhos e, talvez, até a felicidade.

RELACIONAMENTOS PROFUNDOS.

Um bom solvente para a solidão é nos permitir; estar acessível aos outros.

QUE EU ME DEIXE MORRER EM PAZ.

Eu só queria morrer em Paz. Minhas questões pendentes: a morte que as carregue.

COM O CELULAR NAS PUPILAS.

A primeira coisa que ele viu na vida foi um celular apontado para a cara dele.

UM CARA MACHISTA

Já não é possível um homem saber o que fazer diante de uma linda mulher. Elogia ou corre?

PODEMOS SORRIR.

Muitos de nós, com ou sem máscara, somos da espécie Homo preconceituosus, que ainda sobrevive neste século XXI.

PRECISAMOS DE TEMPO, PRA TER TEMPO.

Talvez seja melhor nem ter um tempo, se o utilizamos mal. Podemos dispensar algo que não nos favorece.

UM CÃO SUICIDA EM PLENO DOMINGO.

O tal do humano tem das suas. Algumas que não há cão que aguente.

A PALAVRA, ESTA AMIGA.

A curiosidade pode transformar o desconhecido em uma palavra amiga: uma companheira.

DESEJOS PRO ANO NOVO.

Ao mudar o ano no calendário, estabelecemos uma série de planos. Ou alguém o faz por nós.