O Cotidiano

O APITO DO CARTEIRO.

Com as mídias sociais estamos sempre em ‘contato’ com todos, mas já não sabemos nada sobre aqueles que amamos.

D A P A Z !

O dia mundial da Paz é uma oportunidade para uma reflexão sobre qual paz estamos buscando.

UM MÍNIMO DE DONA LAZINHA.

É possível a ideia de que a finitude possa ser um aglomerado de boas coisas, ao invés de ser o fim de nossas vidas?

O LARÁPIO E O IMBECIL.

“não é tão culpado o ladrão que rouba, mas o imbecil que se deixa roubar”.

CANDIDATO COM ADVÉRBIO.

Texto 8 – Trezentas palavras para descascar a cebola do discurso político.

CARGO COMISSIONADO, VALE?

Texto 7 – Trezentas palavras para descascar a cebola do discurso político.

CADÊ O DINHEIRO QUE ESTAVA AQUI?

Texto 6 – Trezentas palavras para descascar a cebola do discurso político.

CANDIDATO NOVO OU REELEGER?

Texto 3 – Trezentas palavras para descascar a cebola do discurso político.

ESCOLHA DO REPRESENTANTE QUE REPRESENTA O QUÊ?

Texto 2 – Trezentas palavras para descascar a cebola do discurso político.

QUAL PRIORIDADE É A PRIORIDADE.

Texto 1 – Trezentas palavras para descascar a cebola do discurso político.

GERAÇÃO ALFA.

Preparar os filhos para um mundo que não imaginamos é uma aventura que requer muito pensamento.

SOLUÇÕES DO TEMPO DO KICHUTE.

O convívio mais estreito requer antigas soluções na rotina da família.

CELULAR DE PAPEL HIGIÊNICO.

O ser humano, através da civilização, vem buscando diferenciar-se dos animais. Alguma coisa ainda resta.

AS LANÇAS DO CREPÚSCULO.

Os indígenas Jivaro eram hábeis na técnica de reduzir cabeças. No Brasil esta prática parece persistir.

O ASSASSINATO.

No obscuro desta idade média em que vivemos, a ignorância costuma ser a arma que mais mata. Um dia virá o século XXI.

FUGA DA REALIDADE.

Mesmo os mais equilibrados, necessitam de uns momentos de fuga da realidade, principalmente numa situação de quarentena.